7 motivos para você participar do FVM2015 (Preste muita atenção na #6)


Oportunidade, esta é a palavra que define o FVM2015. Trabalhar de forma harmônica com a ansiedade e a expectativa simultaneamente. É um meio de por em prática todo o conhecimento coletado. Dedicar-se nas habilidades adquiridas da melhor maneira possível. E, gerar em um resultado: um jogo. Parafraseando o Tio Nitro: Faça um jogo que não dê TILT! Logo, eu elaborei sete motivos para você participar.

1. Fazer alguma coisa.


Produzir um jogo é uma atividade saudável, artesanal e prazerosa. Força você a sair do ambiente digital para trabalhar com o corpo. Exercita bastante a criatividade, raciocínio, escrita, organização, comunicação e dentre outros. Você poderá descobrir um talento que estava escondido. Talvez detectar que realmente criar jogos não é "a sua praia". Mas o que custa tentar? Ter algo feito por você é uma realização individual.

2. Treinar Game Design.


Aplique as teorias de seus autores prediletos. Sem medo. Elabore o jogo com o foco nas propostas escolhidas. E, concentre-se em concluir o seu jogo com base nas perguntas a serem avaliadas. Experimente um jogo, que não seja o seu. Faça uma avaliação com profundidade e relevância. Elabore este texto com a missão de incentivar a continuidade do projeto. Game designer é uma pessoa muito sensível. Liste os pontos bons e ruins. Justifique de forma breve cada ponto em 1 parágrafo.

3. Aprender algo novo.


Não faça mais do mesmo. A missão do FVM2015 é justamente desenvolver um jogo analógico e narrativo com uma proposta não explorada. Mas para desenvolver algo não explorado é preciso sair do óbvio. Pensar diferente. Se tradicionalmente os jogos analógicos e narrativos são produzidos em formato de livro impresso, por que você não tenta realizar isto em vídeo ou áudio? Ou de outra maneira? O novo aprendizado poderá estar ligado a novas técnicas narrativas, ferramentas digitais ou outros fatores dentro do contexto.

4. Trabalhar coletivamente.


Os resultados conquistados por um jogo que sofreu interferência coletiva é mais positivo que um esforço individual. É meramente uma falácia dizer que você conseguiu realizar tudo sozinho. Vai um exemplo: Etapa de playtests. Você dependerá de pessoas que estão dispostas a experimentarem como funciona o seu jogo. Logo, este é o momento de não manifestar o egoísmo ou auto-promoção. Abrace a coletividade. A interação e envolvimento com todos que participam do concurso terão um peso significativo no processo.

5. Melhorar o senso crítico.


Tinha abordado no tópico 2 sobre como avaliar um jogo. E senso crítico é a sua capacidade de expor a sua própria opinião. Problema de quem achar bom ou ruim. É você sendo apenas você. Alguém que não tem senso crítico apenas é conduzido por opinião de terceiros. É passar pelos mesmos critérios de avaliação baseado em seus conhecimentos.

6. Entender como funciona o processo de desenvolver um jogo.


Seja paciente. Tudo tem o seu tempo. Se você não entende do assunto, logo, procure quem é experiente. Estas pessoas estarão dispostas a lhe ajudar. Veteranos e novatos estarão juntos neste concurso. É um momento ímpar para edificar conhecimentos. Compreenda também que o FVM2015 tornou-se um processo. Um projeto continuado e focado a elaborar um jogo completo. Então, a etapa que iniciará no dia 13/02/2014 tem o seguinte objetivo: estimular os participantes a construírem um projeto minimamente viável. Em outras palavras, apenas construa algo que seja de fácil experimentação e compreensão. E claro, que o jogo conduza ao objetivo traçado pelo game designer. E, particularmente, este é o ponto que mais valorizo no FVM2015.

7. Aprimorar a concentração.


Encontrar um meio disciplinar em dedicar o tempo para esta atividade. Detectar quais horários são seus pontos altos e fracos. Determinar uma frequência constante de produção. Nada de metas absurdas, faça apenas o que consegue realizar. E tome esta medida como uma referência para sua estratégia. Um bom meio de definir isto é logo no primeiro dia de atividade. Observe quanto tempo demorou para avançar em sua produção. Utilize esta métrica como um meio facilitador para sua disciplina.

E então, o que te motivou a participar do FVM2015? Deixe o seu comentário! Vamos conversar.

0 comentários:

Postar um comentário

My Instagram