Qual é a tiragem adequada?



Este artigo foi inspirado neste post do blog Carreira Solo - Quero montar uma editora. Como fazer? A proposta é criar uma profundidade nos tópicos abordados. Demonstrar exemplos de fatos para provocarem questionamentos válidos sobre como iniciar esta carreira dolorida e prazerosa que é escrever e publicar jogos. Portanto eu continuo o artigo com a pergunta:

Qual é a tiragem adequada?

É relativo pelo fato de você trabalhar com prospects. Para quem não sabe, prospects são os clientes em potencial. É o público que está na pilha para consumir o produto em específico. Mas para entender melhor sobre isto é importante você buscar muita informação sobre técnicas de marketing e vendas. Um exemplo de aplicação:

Antes do lançamento do jogo U.E.D a Unza RPG (especificamente o Júlio Matos) desenvolveu uma página para pessoas realmente interessadas no conteúdo do jogo cadastrarem seus e-mails. É de uma eficácia louvável. Com o jogo Erótica comecei a aplicar o mesmo método e tem proporcionado um resultado significativo.

Falar de prospect é importante para você evitar desperdício de tempo e dinheiro imaginando situações de proporções faraônicas. Apenas escrever um livro e publicá-lo não garantirá que ele seja um novo Dungeons & Dragons vendendo 150 mil cópias em até um ano.

Então a minha dica é: Comece baixo. Compareça em eventos e tenha um material palpável (10 unidades) de seus jogo. Tente sempre alguma exibição do seu jogo na hora. Se possível faça a demonstração com o autor do jogo também. Em último caso, procure fornecer o seu jogo como brinde na compra de algum produto em um stand do ramo (que não seja o seu) como forma de parceria.

Quando trabalhamos com impressão de 100, 300, 500 ou 1000 cópias funciona muito bem quando possuímos uma quantidade de prospect pelo menos 1,5 vezes a mais que a quantidade de cópias a serem pagas. Por exemplo, se você quer vender tiragem de 100 precisa de ter pelo menos 150 prospect. Mas nada impeça que mesmo com 150 prospect, você faça uma tiragem alta (500). É um risco muito nebuloso, pode dar muito certo ou muito errado. Eu não me sinto confortável com este tipo de situação. Se algo der errado uma boa solução é continuar com a sua linha de produtos e a junção de "sobra" você poderá elaborar kits especiais ou combos com preços que até sacrificam parte da margem de lucro do seu negócio.

Avaliar o seu comportamento deixará você mais atento aos prospects que desejam consumir seus produtos.
  1. O que mais chamou a sua atenção quando você soube da existência do produto?
  2. Qual jogo você comprou sem analisar, apenas por impulso?
  3. Qual jogo você comprou depois de analisar muito, e por que duvidou tanto de sua decisão?

0 comentários:

Postar um comentário

My Instagram