O que é "Sistema"?

14:33



Antes de discorrer sobre o assunto leia esta preciosidade: o sistema importa? - É uma tradução do artigo de Ron Edwards - system does matter. Se não compreendeu muito bem, leia novamente. Existe também a Mechanopédia do Júlio Matos. É uma coleção de mecânicas. Bem interessante a proposta.

O sistema é um conjunto de regras ou instruções que apoiam o cenário. Sendo assim, o contexto transmitido no jogo completa um sentido para o jogador. Sistema e cenário são irmãos siameses. São energias que precisam trabalhar juntas para não causar resultados desastrosos como fora apontado no texto: o sistema importa?

Dentro do sistema existem signos. Um exemplo disto é um artigo: como um baralho de 52 cartas é uma mecânica de jogo - o guia absolutamente completo. Notem que eu desmembrei os elementos de uma carta de baralho e transformei em mecânicas de jogo. Ou seja, comecei a construir parte do meu sistema.

Imagine uma peça de quebra-cabeças. Ela possui cada lado diferente, mas apenas uma delas servirá para o seu jogo e fará sentido. Porém uma peça de quebra-cabeça ou uma carta de baralho não representa o sistema, mas sim parte deste sistema. É o que definirmos de mecânica. Imagine uma sequência de engrenagens, cada engrenagem é uma mecânica que em conjunto forma o sistema. Não existe um número definido de mecânicas para formar um jogo e nem defina isto, pois você cometerá um assassinato a arte de criar jogos.

Tente exercitar praticando um jogo de RPG de mesa ou um story game. Separe todos os elementos de regra do sistema separadamente. Começa a estudá-lo se faz sentido aquilo representar a proposta do jogo. Assim você terá um olhar mais crítico sobre o sentido do objeto.

Geralmente o sistema está ligado a um tema. O tema é o núcleo, cerne do jogo. E isso faz uma enorme diferença na hora de construir um jogo. No RPG de mesa ou story game existem três perguntas fundamentais elaboradas pelo Jared Sorensen e o John Wick. Eu recomendo o sensato podcast tons de cinza onde o Rafael Rocha explica de forma clara estas três perguntas. Recomendo a escutar este episódio frequentemente se você deseja ingressar em um concurso de jogos. Aqui no Brasil existem iniciativas para você treinar o sistema. São elas:

Existem também o hack de um sistema. Ele vem mais do termo to hack. É uma forma de adaptar o sistema para um contexto sem alterar o seu núcleo, cerne ou essência. Falarei mais disto em outra unidade. Existem algumas mecânicas que alguns autores brasileiros deixaram disponíveis para modificações. São eles:

Você já elaborou mecânicas ou um sistema? Diga nos comentários como foi a sua experiência.

Você poderá gostar também de:

0 comentários